Brasil  

Ministério Público quer anulação do Enem

Prova teria vazado no Ceará, diz Procurador da República.

Uma denúncia feita por um grupo de estudantes ao Ministério Público Federal no Ceará afirma que 13 questões do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) teriam sido aplicadas em um simulado elaborado em Fortaleza antes do exame, o que indicaria que houve vazamento do conteúdo do Enem, segundo o procurador da República, Oscar Costa Filho.

As questões foram postadas em redes sociais e o colégio se pronunciou através delas dizendo que possui um vasto banco de dados com questões fornecidas por professores e ex-alunos. O procurador disse que vai acionar o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep, e pedir a anulação do Enem 2011.

O MPF considera a importância da investigação pela Polícia Federal para
apurar os responsáveis, mas entende que já há provas constituídas para determinar uma atitude do MEC quanto à irregularidade, que não é mais pontual, atinge todos os inscritos no país.

“É necessário que se imponha, de uma vez, a constitucionalidade no Enem, que significa o direito de recorrer em caso dos candidatos se sentirem prejudicados”, explica o procurador.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Deixe um comentário