Mercado financeiro eleva projeção de inflação pela quarta vez seguida

Kelly Oliveira
Repórter da Agência Brasil

BrasíliA projeção de analistas do mercado financeiro para a inflação oficial continua a se distanciar do centro da meta de 4,50%. Segundo o boletim Focus, divulgado hoje (17), pelo Banco Central (BC) a estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em alta há quatro semanas, subiu de 4,78% para 4,80%.

A meta de inflação, além do centro de 4,50%, tem margem de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Cabe ao BC perseguir essa meta e para isso utiliza a taxa básica de juros, a Selic, como instrumento. Como a previsão é de economia aquecida e aumento da inflação, os analistas esperam que a Selic encerre este ano em 11,25% ao ano, a mesma estimativa do boletim anterior.

A taxa entretanto, na visão dos analistas, não deve começar a subir na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, em março próximo. A expectativa para essa reunião é de manutenção do atual patamar de 8,75% ao ano. Para o final de 2011, os analistas ajustaram a projeção de 11% ao ano para 11,25% ao ano.

O boletim Focus também traz projeções para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). Neste caso, a previsão para 2010 subiu de 5,13% para 5,51%. Para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), a estimativa passou de 4,84% para 5,26%. A estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), neste ano, subiu de 5,04% para 5,28%. Para 2011, a estimativa para esses índices – IPCA, IGP-DI, IGP-M e IPC-Fipe – permanece em 4,50%.

A estimativa para os preços administrados passou de 3,50% para 3,55% em 2010, e de 4,30% para 4,50%, em 2011. Os preços administrados são aqueles cobrados por serviços monitorados, como combustíveis, energia elétrica, telefonia, medicamentos, água, educação, saneamento, transporte urbano coletivo, entre outros.

O boletim Focus é uma publicação semanal elaborada pelo BC com base nas projeções de analistas do mercado financeiro para os principais indicadores da economia.

Deixe um comentário