Brasil  

Mensagens de dono da UTC ligam doações de campanha de Dilma à Petrobras

.
Ricardo-PEssoaMensagens trocadas entre o dono da UTC, Ricardo Pessoa, e um executivo do grupo em julho de 2014 indicam que doações para a campanha da presidente Dilma Rousseff podem estar ligadas ao esquema de desvios de recursos da Petrobras. Uma das mensagens interceptados pela Polícia Federal sugere que o chefe de gabinete do ministro Edinho Silva, Manoel Araújo Sobrinho, era a ponte de cobrança dos valores obtidos como resgates dos contratos da empreiteira com a estatal. As informações são do Estado de S. Paulo.

No dia 29 de julho do ano passado, logo que deu-se início ao calendário eleitoral, possibilitando as arrecadações, o empreiteiro Walmir Pinheiro Santana escreveu a Pessoa: “RP, você acha que eu devo ligar para o contato que o bovino religioso passou?”. A PF não identificou quem seria o “bovino religioso”. Duas horas depois, Pessoa responde a mensagem, orientando quem Santana deveria procurar e o valor acertado: “A pessoa que você deve procurar é Manoel Araújo (…). Acertado 2.5 dia 5/08 e 2.5 até 30/08. Ligue para ele que está esperando. O problema é bem maior. Me dê resposta.”

Conforme mostra reportagem, nos registros de doações de campanha de Dilma, expostos no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as datas com as doações coincidem. No dia 05/08, há doações de R$ 2,5 milhões da UTC e, no dia 27/08, mais R$ 2,5 milhões da empreiteira.

Em setembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) abriu inquérito para investigar o ministro da Secretaria de Comunicação Social Edinho Silva, que foi tesoureiro da campanha de Dilma nas eleições passadas. Agora, ele é um dos investigados da Operação Lava Jato no âmbito do STF.

 

Fonte: Congresso em Foco

Deixe um comentário