Mundo  

Menino de dois anos tem QI igual ao de Einstein

Oscar Wrigley é o membro mais novo da ‘Mensa’
Um menino de dois anos e cinco meses, residente em Reading, a 40 quilómetros de Londres, obteve num teste de QI (quociente de inteligência) uma pontuação equivalente à dos físicos Albert Einstein e Stephen Hawking, de acordo com informações divulgadas esta terça-feira pela BBC Brasil.
Os testes de vocabulário e com números comprovaram que Oscar Wrigley faz parte dos dois por cento da população com QI mais alto, tornando-se o mais jovem membro da ‘MENSA’, a sociedade que reúne pessoas com QI alto.
Até à chegada de Wrigley, o membro mais jovem da ‘MENSA’ era Elise Tan Roberts, de Edmonton, no norte de Londres, aceito no início deste ano com dois anos e quatro meses.
De acordo com o testemunho dos pais, que ao início pensaram que o filho era apenas “uma criança muito inteligente”, aos 18 meses Wrigley já conhecia mais de 600 palavras, quando a média comum é de 20.
Os pais esperam agora, com a sua entrada na ‘MENSA’, poder encontrar outros pais de crianças com QI alto que os ‘ajudem’ a educar e a criar o filho.

O que é “MENSA”
A Mensa é uma sociedade formada por pessoas de alto QI. Foi fundada em 1946 na Inglaterra e é hoje internacionalmente conhecida, com quase 100.000 membros em mais de 100 países. A idéia original era, e ainda é, criar uma sociedade apolítica e livre de distinções raciais ou religiosas, com o objetivo de fomentar a inteligência e promover o convívio de pessoas intelectualmente estimulantes. No Brasil conta com cerca de 300 membros. Para filiar-se à Mensa, a única exigência é ter um QI na faixa dos 2% superiores da população, comprovado por testes aplicados pela própria Mensa, ou reconhecidos por ela.

Deixe um comentário