Marina volta atrás e quer que Rede vote pelo impeachment

images_cms-image-000491206Ex-senadora, que sempre defendeu a cassação da chapa Dilma/Temer e a convocação de novas eleições, defendeu nos Estados Unidos, que seu partido vote a favor do impeachment no Congresso. Ela disse, porém, que a tendência é que a bancada seja liberada e voltou a afirmar que a solução seja o julgamento no TSE

Deixe um comentário