Marina volta atrás e quer que Rede vote pelo impeachment

.
images_cms-image-000491206Ex-senadora, que sempre defendeu a cassação da chapa Dilma/Temer e a convocação de novas eleições, defendeu neste sábado 9, nos Estados Unidos, que seu partido vote a favor do impeachment no Congresso; ela disse, porém, que a tendência é que a bancada seja liberada e voltou a afirmar que a solução seja o julgamento no TSE; “O meu entendimento é que o impeachment não se fabrica, ele se explicita do ponto de vista político. Quanto mais ele se explicita, mais a necessidade de julgamento do TSE”, disse a jornalistas

A ex-senadora Marina Silva voltou atrás e defendeu que seu partido, a Rede Sustentabilidade, vote a favor do impeachment na Câmara dos Deputados na próxima semana.

 

Fonte: Brasil 247

Deixe um comentário

2 comentários para “Marina volta atrás e quer que Rede vote pelo impeachment”

  1. ⇒ Silvio Lopes disse:

    O que ele pode contribuir com os estados unidos,não acredito que ela deu palestra.

  2. muito bom, excelente forma de aborda a política, realmente a marina é bem bipolar mesmo não é atoa que perdeu a eleição por causa desta mesma bipolaridade.