Brasil  

Maranhão: o estado que melhor representa a corrupção no Brasil

.

Desvio de verba de Lidiane está longe de ser um caso isolado no Maranhão (Foto: Facebook)

Desvio de verba de Lidiane está longe de ser um caso isolado no Maranhão (Foto: Facebook)

Após passar mais de um mês foragida, a prefeita afastada do município de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite, se entregou na última segunda-feira, 28, na sede da Superintendência da Polícia Federal em São Luís, capital do Maranhão.

Ela foi presa pela Operação Éden, da PF, após ostentar nas redes sociais um padrão de vida de alto luxo que não condizia com a pobreza de Bom Jardim, cidade de 40 mil habitantes que tem um dos piores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal do país (0,538). Após investigações, a PF descobriu que, entre 2012 e 2015, Lidiane desviou recursos que podem chegar a R$ 15 milhões da verba destinada à Educação em Bom Jardim.

O desvio de verba de Lidiane está longe de ser um caso isolado no Maranhão. Os escândalos de corrupção no estado são tão conhecidos que uma reportagem da Al Jazeera classificou o Maranhão como o estado que “melhor representa o problema endêmico da corrupção no Brasil”.

Em julho deste ano, por exemplo, o prefeito do município de Bacuri (MA), José Baldoíno da Silva Nery, foi afastado do cargo pela Justiça após a descoberta de um esquema de fraudes que desviou verba destinada a transportes escolares da rede pública do município entre 2013 e 2014. A investigação foi iniciada após um acidente, ocorrido em abril do ano passado, matar oito crianças que eram transportadas para a escola em uma picape improvisada.

Outro escândalo recente envolveu o prefeito de Altamira, Manoel Albino Lopes, condenado pela Justiça em maio deste ano por improbidade administrativa. Segundo o Ministério Público Estadual, Lopes não aplicou na Saúde e Educação do município o mínimo da verba constitucionalmente previsto.

 

Fonte: Opinião&Notícia

Deixe um comentário