Mais de 1 milhão de brasileiros deixaram de ter carteira assinada

.
carteira-trabalho-agencia-brasilNesta quinta-feira, 29, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, que revelou que a taxa de desemprego no Brasil ficou em 8,7% no trimestre encerrado em agosto de 2015.

Como a taxa de desemprego, no mesmo trimestre do ano passado (junho a agosto de 2014), ficou em 6,9, a quantidade de empregados com carteira assinada recuou em 1,1 milhão.

“Em geral, todos os grupamentos estão perdendo formalização, principalmente o comércio”, disse o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo.

Em todo o país, nos meses de junho a agosto, houve um aumento de 29,6% no número de desempregados na comparação com o mesmo período do ano passado. O crescimento da população desocupada também foi recorde, de acordo com a pesquisa, que tem informações desde março de 2013 no confronto anual.

De junho a agosto o Brasil tinha 8,804 milhões de desempregados, o maior nível da série, iniciada em janeiro de 2012.

 

Fonte: Opinião&Notícia

Deixe um comentário