Lula: Se Dilma tivesse me seguido, não teria havido impeachment

Ao falar sobre reuniões “sistemáticas” que fazia com lideranças políticas do Congresso enquanto era presidente da República, parte de sua rotina, Lula declarou nesta quarta ao juiz Sergio Moro que se Dilma Rousseff tivesse feito o mesmo, “não teria tido impeachment”.

Deixe um comentário