Brasil  

Lula pede que população responda Censo com seriedade

Fonte: congressoemfoco.com.br

Por Renata Camargo – congressoemfoco.com.br

“Se puder, ofereça até um cafezinho para o companheiro. Cada palavra sua é que vai dar o retrato fiel do que será o país”

O presidente Lula pediu nesta segunda-feira (2) que a população responda com “seriedade” às perguntas feitas pela equipe do Censo 2010. Em seu programa Café com o presidente, Lula afirmou que o censo é “uma fotografia do país”, que revela a situação socioeconômica do Brasil, e que, portanto, deve ser respondido com responsabilidade.

“O Censo é uma fotografia do país, da situação socioeconômica do país, da situação social do país, da evolução da sociedade brasileira”, disse Lula. “Quando chegar o pesquisador do IBGE, por favor, responda com a maior sinceridade, com a maior verdade absoluta. Se puder, ofereça até um cafezinho para o companheiro. Cada palavra sua é que vai dar o retrato fiel do que será o país daqui a uns dois anos, quando estiver tudo elaborado, tudo pronto e for divulgado.”

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, também participou do programa de hoje. Segundo ele, o censo é a única pesquisa feita em todos os 5.565 municípios brasileiros. Paulo Bernardo alerta que o resultado da pesquisa é base para os governos federal, estaduais e municipais planejarem políticas públicas. “As empresas, as academias, universidades, institutos de pesquisa, quando vão fazer estudos sobre a realidade brasileira, trabalham com dados do Censo. Então, é fundamental ajudar, respondendo corretamente as perguntas que são feitas”, disse Paulo Bernardo.

O Censo 2010 começou a ser realizado neste domingo (1) e vai até o dia 31 de outubro. A equipe do levantamento deve ir a todas as residências no país. O recenseador não pede documento e, ao final da pesquisa, vale o que o morador responder. “No fim nós vamos fazer uma tabulação de todos os resultados. As informações são absolutamente confidenciais, não pode divulgar informação de ninguém”, disse o ministro.

Inovação tecnológica

Em seu programa, Lula falou também da recente medida provisória assinada pelo governo. A MP 497, prevê a redução de impostos para empresas que investirem em inovação tecnológica. Lula afirmou que conta com a adesão dos empresários às novas regras e pediu empenho para o Brasil ficar mais competitivo.

“Nós precisamos ficar mais competitivos, melhorar a qualidade dos nossos produtos, baratear a qualidade dos nossos produtos e isso, obviamente, está ligado à inovação”, disse Lula. O presidente lembrou que, com a medida, o Brasil passa a ser o segundo país que mais promove incentivos fiscais no setor, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

O ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, que também participou do programa, disse que “é muito importante que os empresários se arrisquem mais”. O ministro afirmou que muitos pesquisadores têm capacidade de ajudar os empresários nessa busca por inovação tecnológica. “A nova medida provisória, ela permite que, mesmo que o produto desenvolvido aqui custe um pouco mais caro, ele possa ganhar uma licitação. Com isso, nós temos hoje no Brasil um leque de apoio do governo para que as empresas sejam estimuladas”, disse Rezende.

Deixe um comentário