Lula critica “Jornal Nacional” pelo tratamento dado à Dilma em entrevista

Redação Portal IMPRENSA

Durante um comício em Belo Horizonte (MG), o presidente Lula reclamou do tratamento dado à candidata Dilma Rousseff (PT), em entrevista ao “Jornal Nacional” e afirmou que o Brasil precisa de uma “mãe” que “cuide” do país, informou a Folha de S.Paulo.

No início do discurso, Lula fez uma homenageou Dilma com uma rosa e disse que era pela “calma e tranquilidade que teve quando foi entrevistada pelo ‘Jornal Nacional'”. Sem citar o nome do apresentador do “JN”, William Bonner, ele disse ter esperado que, “pelo fato de ser mulher e ser candidata, que o entrevistador tivesse um pouco mais de gentileza” com Dilma. Os petistas consideraram a entrevista muito “dura”.

O presidente criticou a oposição e fez ataques diretos ao candidato José Serra (PSDB). “Tinha que lembrar ele que foi o partido dele que tirou R$ 40 bilhões da saúde ao ano […] para depois na campanha vir dizer ‘a saúde não tá boa, a saúde não tá boa'”, disse Lula, citando o debate que aconteceu na TV Bandeirantes. Lula fez críticas também ao ex-governador mineiro Aécio Neves (PSDB) pela mesma razão.

Dilma falou sobre suas origens mineiras e comparou-se a dois outros mineiros eleitos presidentes: Juscelino Kubitschek e Tancredo Neves. “Eu aprendi com a tradição política dos mineiros.”

No encerramento do evento, Lula explicou que os homens têm de aprender a votar em mulheres. “O maior legado que posso deixar é não ter tido medo de indicar uma mulher para governar este país. A palavra correta é cuidar, não governar”, finalizou o presidente.

Deixe um comentário