Lula confirma que redução de IPI de carros e de máquinas não será prorrogado

Marcos Chagas
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou hoje (2) na coluna semanal O Presidente Responde que o governo não renovará mais as reduções do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), mecanismo usado no ano passado para diminuir os efeitos da crise financeira mundial na economia brasileira.

“Na semana passada, considerando os sinais claros de recuperação da economia, decidimos não renovar mais as reduções de IPI, uma vez que os nossos objetivos foram alcançados”, disse ele. O presidente acrescentou que o crescimento das vendas “mostra que a medida foi determinante para o fortalecimento do setor [de eletrodomésticos]”. O incentivo terminou no último domingo (31).

No caso de bens de capital (máquinas e equipamentos para indústrias), o incentivo fiscal vai vigorar até 30 de junho. Para os automóveis, Lula afirmou que a redução do IPI acabará de forma gradual até o fim de março.

A coluna O Presidente Responde é publicada semanalmente em jornais de todo o país que se cadastraram para receber o material. Nela, Lula responde a três perguntas enviadas por leitores

Deixe um comentário