Levantamento do CNJ aponta que pelo menos 87 magistrados estão sob ameaça

O Brasil tem pelo menos 87 magistrados ameaçados, e nem todos estão sob escolta ou proteção policial. O número foi apresentado  pela corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Eliana Calmon. O levantamento do CNJ é preliminar e não tem dados de estados como São Paulo e Minas Gerais.

Deixe um comentário