Interpelação judicial sobre suposto dossiê visa a esclarecer os fatos, diz Dutra

Iolando Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, justificou o ingresso do partido com ação na Justiça contra o pré-candidato da oposição, José Serra, para que ele confirme ou não as acusações que teria feito sobre a elaboração de um suposto dossiê contra ele. Segundo Dutra, o PT considera a acusação indevida.

“Nós retribuímos uma acusação que consideramos indevida do candidato da oposição e como não queríamos ficar batendo boca, fizemos interpelação na Justiça e vamos aguardar se ele (Serra) confirma ou não as acusações”, disse Dutra.

Em relação às denúncias de envolvimento do ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, na elaboração do suposto dossiê, o presidente nacional do PT saiu em defesa do ex-prefeito. “Não há nenhum envolvimento do Pimentel”.

Dutra afirmou, ainda, que não queria fazer ilação sobre qual foi o motivo do suposto dossiê e garantiu que as pessoas citadas em relação a suposta reunião “não tem ninguém do PT e ninguém da coordenação [de campanha]. Portanto, é um tema que não nos diz respeito”.

Edição: Rivadavia Severo

Deixe um comentário