Sem Arruda, Rollemberg dispara na disputa pelo governo do DF

.
rodrigorollemberg_divulgaçãoO senador Rodrigo Rollemberg (PSB) passou a liderar a disputa pelo governo do Distrito Federal, com 28% das intenções de voto. Os candidatos Agnelo Queiroz (PT) e Jofran Frejat (PR) estão empatados em segundo lugar — ambos com 21%. Os dados divulgados na noite nesta quinta-feira (18) são da primeira pesquisa realizada pelo instituto Ibope após a desistência de José Roberto Arruda (PR), barrado pela Justiça eleitoral com base na lei da Ficha Limpa e substituído por Frejat.

Arruda liderava as pesquisas de intenção de voto e colocou sua mulher, Flávia Arruda (PR), como candidata a vice na chapa de Frejat. Os candidatos Luiz Pitiman (5%) e Toninho do Psol (3%) também aparecem tecnicamente empatados. Perci Marrara (PCO) não atingiu 1%.

Conforme o levantamento, encomendado pela TV Globo, brancos e nulos somam 12%. Indecisos: 10%. Antes da desistência de Arruda, Rollemberg, que conta com o apoio da presidenciável Marina Silva (PSB), aparecia empatado com o candidato petista em segundo lugar.

O instituto ouviu 1.204 eleitores em todo o Distrito Federal nos dias 16 e 17 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada na Justiça eleitoral sob o número BR-00672/ 2014.

Segundo turno

De acordo com a pesquisa, em simulação de segundo turno, Rollemberg aparece com 53% das intenções de voto contra 24% de Agnelo Queiroz. Em outro cenário, o parlamentar aparece com 45%, ante 29% de Frejat.

O Ibope também aponta derrota de Agnelo (29%) em eventual segundo turno contra Frejat (43%), que era candidato a vice na chapa encabeçada por Arruda.

O governo Agnelo Queiroz, que tenta a reeleição, tem a maior taxa de rejeição: 45%. E Rollemberg, a menor: 6%. Jofran Frejat é rejeitado por 13% dos eleitores entrevistados.

Ainda segundo o Ibope, a administração do DF, comandada por Agnelo, é considerada “ótima” por apenas 3%. Para 29%, o governo é “péssimo”.

Fonte: Congresso em Foco

Deixe um comentário