Indústria volta a crescer em maio, após três meses de queda

.
Do Contas Abertas
.
linha-producao-industria-20120601-02-originalApós três meses de queda, a produção industrial brasileira subiu 0,6% em maio na comparação com abril, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quinta-feira. O resultado mensal é o melhor desde julho de 2014, quando a produção avançou 0,8%. Na comparação com maio do ano passado, porém, houve baixa de 8,8%, o 15º recuo seguido.

Segundo pesquisa feita pela Reuters, a expectativa era de que a produção caísse 0,6% em maio sobre o mês anterior na mediana das projeções de 25 analistas, e que recuasse 10,2% ante o ano anterior na mediana de 21 projeções.

No acumulado do ano até maio, a atividade industrial apresenta queda de 6,9%. Em 12 meses, a indústria caiu 5,3%, o resultado negativo mais intenso desde dezembro de 2009.

Leia mais:

Produção industrial brasileira cai pelo 3º mês seguido

Confiança da indústria recua 9,2% em março, diz FGV

Empresários e trabalhadores da indústria escrevem manifesto contra medidas fiscais

Setores – A alta registrada em maio ante abril foi impulsionada pelas produções de equipamentos de transporte (8,9%), de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (1,1%) e de perfumaria, sabões, detergentes e produtos de limpeza (1,9%). Também cresceram as indústrias de bebidas (2,7%) e produtos farmoquímicos e farmacêuticos (3,6%).

Na contramão, houve recuo nas produções de produtos alimentícios (-1,9%), máquinas e equipamentos (-3,8%) e produtos têxteis (-6,5%).

Ainda na comparação mensal, entre as grandes categorias econômicas, registram avanço as de bens de consumo (1,4%) e bens de capital (0,2%). Já bens intermediários tiveram queda de 0,5%.

Deixe um comentário