Indio acusa governo Lula de ser ‘frouxo’ com MST

Fonte: votebrasil.com

“Essa pode ser a posição de Temer, mas não é de Dilma. Ela botou o boné do MST confraternizando com o pessoal deles.

O candidato a vice-presidente na chapa de José Serra, Indio da Costa (DEM), acusou esta terça-feira o governo federal de ser “frouxo” com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Em debate de vices promovido pelo Grupo Estado, em São Paulo, o democrata rebateu o candidato a vice Michel Temer (PMDB), parceiro de Dilma Rousseff (PT), que havia dito pouco antes que um eventual governo de Dilma “não toleraria o que está fora da lei.

“Essa pode ser a posição de Temer, mas não é de Dilma. Ela botou o boné do MST confraternizando com o pessoal deles. Depois Stédile (João Pedro Stédile, líder do MST) disse que no governo Dilma ia ser ‘molezinha’ invadir terra”, rebateu Indio.

“Esse governo tem sido frouxo em relação as invasões. Com essa história de botar e tirar boné, o governo deixa dúvida se é frouxo ou apoia”, afirmou o vice de Serra, lembrando que o repasse de recursos públicos para o MST mostra “apoio” ao movimento.

Temer disse acreditar que no governo de Luiz Inácio Lula da Silva os movimentos sociais foram “pacificados”. Indio alegou que, recebendo recursos públicos, as organizações se tornaram foi “aliadas” a Lula. O democrata afirmou ainda não considerar o MST um movimento social.

Deixe um comentário