Governo considera “erro pontual” parlamentares da base ajudarem a extinguir fator

Fonte: monitormercantil.com.br

O governo classificou como “erro político pontual” a derrota que sofreu na terça-feira (4), quando deputados da própria base governista na Câmara ajudaram a extinguir o fator previdenciário. E promete não retaliar os deputados da base que votaram a favor da derrubada. A avaliação é do líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP).

– O governo não trata o assunto como traição e não haverá nenhuma retaliação da base. Vamos agora esperar a matéria chegar ao Senado para que os senadores corrijam. Se não, sugiro uma posição de responsabilidade fiscal. Com isso, o presidente Lula deverá vetar – disse.

O fator previdenciário é o índice que funciona como redutor dos valores das aposentadorias, ao levar em conta, entre outras coisas, o aumento da expectativa de vida. A matéria foi aprovada junto com o reajuste de 7,7% das aposentadorias acima de um salário mínimo.

Vaccarezza disse que esse reajuste também deverá ser vetado por Lula, caso não seja alterado no Senado.

O fator previdenciário será vetado por inconstitucionalidade e o reajuste porque o país não tem condições de pagar além de 7% – disse.

Deixe um comentário