Gilmar: se Dilma for cassada, Temer vai junto

images_cms-image-000467522O ministro Gilmar Mendes afirmou  que não há na Corte precedente de julgamentos de impugnação de candidaturas ao Executivo em apenas um dos membros é cassado. A exceção já julgada pelo TSE, segundo Gilmar, se deu quando um dos candidatos da mesma chapa era inelegível.

Deixe um comentário