Genoino, Dirceu e Delúbio dizem não aceitar ‘humilhação’

 

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Em carta, Delúbio Soares, José Genoino e José Dirceu agradeceram o apoio dos militantes do PT e afirmaram que “não aceitam humilhação”. A carta foi entregue aos militantes nesta terça-feira, 19, pelos advogados de Delúbio.

 

“A ação de vocês nos sustenta muito, nos alimenta. É a solidariedade política, valor essencial da esquerda. O nosso agradecimento é a luta. Queremos o respeito à lei, não aceitamos a humilhação. Preferimos o risco e a dignidade da luta”, diz o texto assinado pelos três petistas.

 

Parentes de presos “comuns” reclamam dos privilégios de mensaleiros

 

Genoino e Delúbio cumprem sentença no Complexo Penitenciário da Papauda, em Brasília. Na manhã desta terça-feira, ambos receberam visitas de parentes e amigos. Porém, os dias reservados para visita na penitenciária são quarta e quinta-feira. Uma intervenção feita pelo senador Eduardo Suplicy (PT) permitiu que os petistas recebessem a visita fora dos dias reservados, sem a necessidade de pegar senha.

 

A medida revoltou mulheres de outros presos, que estão acampadas para pegar senhas para a visita. Instalada em uma barraca em frente à prisão, Patrícia era uma das que reclamavam do tratamento diferenciado. “Errado isso. Ela (mulher de Genoino) tem que pegar fila como todos pegamos. Tem que passar pelas mesmas coisas que a gente passa. Pode ser até mulher do presidente, mas tem que passar pelo que a gente passa”.

 

Mariana Gomes, que espera para visitar o marido, também criticou o privilégio. “Tem que ter condições iguais, a gente enfrenta sol e chuva. Eles chegaram e já podem visitar, deveriam entrar na fila e pegar senha”.

 

Deixe um comentário