Fonteles: Ayres Britto “deitou” no mensalão mineiro

ayres-britto_nelsonjr_stfEm entrevista exclusiva, Cláudio Fonteles acusa Ayres Britto de “deitar” no processo do mensalão mineiro e questiona por que o ministro não imprimiu a esse caso a mesma celeridade que deu ao mensalão petista, cujo julgamento criminal foi pautado por ele como presidente do Supremo. Ayres Britto nega ter usado dois pesos e duas medidas no caso.

Deixe um comentário