Brasil  

Fernando Sarney ajudou a fechar acordo clandestino

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada nesta quinta-feira, 15, afirma que o empresário é acusado de fraude em obra do PAC.

De acordo com a reportagem, o filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), “ajudou a fechar acordo clandestino pelo qual um grupo de empreiteiras burlou o processo de licitação”.

Fernando Sarney também é acusado de ter desviado verba pública da principal obra ferroviária do Brasil, a ferrovia Norte-Sul, que foi orçada em mais de R$ 1 bilhão e faz parte do PAC. A fraude foi apontada pela Polícia Federal e pelo Tribunal de Contas da União.

Deixe um comentário