Brasil  

Fernando Hemrique: Protógenes não tem equilíbrio

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao comentar a  matéria informa publicada pela revista Veja de que o delegado, que esteve no comando da operação Satiagraha, espionou ilegalmente a vida de várias autoridades, sendo citado os nomes dos o próprio FHC, do governador paulista José Serra (PSDB), da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff e de vários senadores, deputados. Para FHC, classificou hoje o delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz de “escutador geral da República” e um desiliquilibrado.
Fernando Henrique Cardoso deu razão ao ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que, por várias vezes, já reclamou da quantidade de escutas clandestinas que são feitas no País. Acrescentou, ainda que esse assunto de espionagem e escuta ilegal passou dos limites.

Deixe um comentário