Evasão fiscal fez Brasil perder o equivalente a 18 Copas em 2010

.
timthuO Brasil perdeu R$ 490 bilhões em evasão fiscal em 2010, segundo a Rede de Justiça Fiscal, uma organização Internacional Independente que analisa e divulga dados sobre movimentações financeiras. O montante, que equivale hoje a R$ 847 bilhões, é 18 vezes o orçamento oficial da Copa do Mundo de 2014 e aproximadamente cinco vezes o orçamento federal destinado à saúde.

O cálculo é feito através de estimativas baseadas no PIB, gastos do governo, dimensão da economia formal e alíquotas tributárias. De acordo com a organização, os estudos também levam em conta o que deixa de ser arrecadado com a economia informal.

Na lista de países que perdem dinheiro com a evasão fiscal, o Brasil é o segundo colocado, atrás apenas dos Estados Unidos.

O estudo internacional serve para colocar no centro da discussão a questão de sonegação de impostos, já que na maior parte das vezes apenas se reclama da pesada carga tributária do país.

Em março deste ano, a Operação Zelotes, da Polícia Federal, mostrou que grandes empresas são pegas em esquemas de sonegação e têm grandes valores de dívidas. Mostrou também que não há constrangimento em pagar consultorias que lhes assessorem em seus pleitos. Para uma fonte da Receita Federal ouvida pela BBC, a evasão fiscal é um problema até maior que a corrupção, não apenas por causa do volume de dinheiro envolvido, mas porque é aceita como uma estratégia de sobrevivência.

Sonegação prejudica a população

Ainda de acordo com os dados da Rede de Justiça Fiscal, de 2010, os brasileiros no topo da pirâmide econômica guardam R$ 1 trilhão em paraísos fiscais, colocando o Brasil como o quarto país com mais desvios nessas condições, segundo ranking divulgado em 2012.

 

                 Opinião&Notícia-Evasão fiscal fez Brasil perder o equivalente a 18 Copas em 2010

Deixe um comentário