Brasil  

Entrevista com Ex-Secretário Especial da Ordem Pública Rodrigo Bethlem

À frente da Secretaria Especial da Ordem Pública por 15 meses, o economista Rodrigo Bethlem, atesta que há uma relação de causa e efeito entre a desordem e a criminalidade, resultando na queda da qualidade de vida e na degradação da sociedade. Bethlem, que disputará uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PMDB, fala da importância do Choque de Ordem e das ações de ordenamento nas áreas já pacificadas pelas UPPs na entrevista abaixo. Confira.

Brasil Alerta – A expansão das favelas, ao que tudo indica, é o efeito colateral das UPPs?
Rodrigo BethlemCom a chegada das UPPs em comunidades antes dominadas pelo tráfico, mais do que retomar a autoridade, o Estado devolveu a estas localidades uma realidade que muitos sequer conheciam e promoveu o resgate dos direitos e da cidadania de seus moradores. A valorização dos imóveis dentro e fora das favelas pacificadas foi imediata. Em bairros como Copacabana o valor doa imóveis chegaram a dobrar, se comparado aos preços oferecidos antes das UPPs.

Brasilalerta – O Choque de ordem vai entrar em ação para conter essa expansão?
Rodrigo Bethlem De fato, esse novo ambiente tem atraído mais moradores para as comunidades pacificadas. Novas construções apontam para uma expansão descontrolada que precisa ser contida. O Choque de Ordem da Prefeitura demoliu na subida do Pavão-Pavãozinho um depósito de lixo que dava lugar a uma cracolândia. O local foi transformado em uma praça, amplamente iluminada e segura. Ocupações irregulares de calçadas na comunidade foram removidas. A presença do poder público nessas comunidades é fundamental para barrar o efeito colateral que se apresenta: a especulação imobiliária.

Brasilalerta – Experimentar a Ordem Pública é uma saída?
Rodrigo BethlemCom certeza. Essas áreas retomadas pelo Estado, através de 19 UPPs, não são mais territórios paralelos à cidade e não estão mais à margem da urbanidade. Agora, é preciso ordem pública.

Brasilalerta – O sr. acha que o Rio melhorou com o Choque de Ordem?Rodrigo BethlemAs ações estão trazendo um resultado extremamente positivo. Conseguimos, por exemplo, reduzir índices de pequenos delitos em Copacabana, Centro e Tijuca. O impacto da fiscalização fez com que registrássemos um aumento de 80%, na arrecadação de taxas como TUAP (Taxa de Utilização de Área Pública) – paga por ambulantes, estabelecimentos comerciais, quiosques, bancas de jornal etc.- e de TAP (Taxa de Autorização de Propaganda) sem aumento de área ocupada. Tivemos ainda uma procura por regularização de imóveis na região da Rocinha em torno de mil por cento maior, comparado ao mesmo período do ano anterior. Copacabana, uma síntese dos problemas do Rio, está bem mais organizada do que no passado. Isso não significa que os problemas desapareceram, alguns persistem e estamos trabalhando com afinco para mudar essa realidade.

Deixe um comentário

6 comentários para “Entrevista com Ex-Secretário Especial da Ordem Pública Rodrigo Bethlem”

  1. ? Paulo disse:

    Eu apoio o trabalho do Choque de Ordem! Isso ajuda o Rio de Janeiro ficar cada vez mais bonito!

  2. ? Rodrigo disse:

    A atuação do choque de ordem nas comunidades tem melhorado e muito a vida dos moradores da mesma, terminando com o tráfico e deixando as comunidades livre de um tormento que afeta não só à eles e sim toda a sociedade.

  3. ? Rosane Soares disse:

    Tomara que o Choque de Ordem consiga mudar a cara do Rio, que seja pra valer!

  4. ? Luiz Cabral disse:

    SEM DÚVIDA O CHOQUE DE ORDEM É NECESSÁRIO , MAS JÁ NÃO O VEMOS COM TANTO DINÂMISMO DO INÍCIO DESTA OPERAÇÃO .
    ESPERO QUE NÃO SEJA APENAS MAIS UM “FACTÓIDE” POLÍTICO.

  5. ? Expedito Moura disse:

    Caso reeleito, poderemos contar de novo com a sua participação como Secretário de Ordem Publica?
    Pois. apesar de breve , sua passagem pela Secretaria foi muito eficaz , tanto na reorganização, quanto na reeducação dos moradores de nossa cidade .
    Mas, você sabe que muito mais há de se fazer , e para tanto contamos com seu retorno.

  6. ? Elizabeth disse:

    Secretário,
    Acompanhei seu trabalho e posso garantir que no final o saldo é positivo.
    Gostaria queo senhor ficasse mais atento aos caminhões que estacionam de manhã na orla, bem na hora de pico, provocando um grande engarrafamento.