Empresas de Eike somam prejuízo de R$ 20,55 bilhões em 2013

.

A OGX, petroleira de Eike Batista, divulgou nesta quarta-feira, 02, um prejuízo de R$ 17,43 bilhões em 2013. Segundo a empresa de consultoria Economática, é o maior prejuízo já apresentado desde 1986 por uma empresa brasileira de capital aberto.

Até o momento, quatro das seis empresas do grupo EBX apresentaram seus resultados do ano passado. Faltam apenas a CCX e a OSX divulgarem os números de 2013. A Economática estima que o conglomerado de Eike vai somar um prejuízo de R$ 20,55 bilhões.

Além da OGX, o segundo maior prejuízo registrado entre as empresas de Eike foi o da empresa de mineração MMX, que perdeu R$ 2 bilhões. Eneva e LLX aparecem em seguida, com um prejuízo de R$ 942 milhões e R$ 116 milhões respectivamente.

Confira abaixo uma lista feita pela Economática com os maiores prejuízos das empresas brasileiras de capital aberto registrados desde 1986:

 

Deixe um comentário