Eduardo Cunha cobra redução de gastos do governo

.
Eduardo-Cunha-na-CPIAo chegar à Assembleia Legislativa do Paraná, para inaugurar a primeira edição do Câmara Itinerante, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cobrou do governo federal a redução dos gastos públicos. Segundo ele, não adianta cobrar da sociedade um ajuste fiscal sem fazer sua parte. “Nosso principal foco é a redução de gastos, mas o Executivo tem que dar o exemplo cortando despesas para mostrar que o sacrifício é de todos”, afirmou.

Cunha também falou sobre o pedido de arquivamento de investigação pedida pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. Segundo o presidente, seus advogados entraram com um agravo regimental que será julgado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal contra a decisão de abertura de inquérito. “O normal seria deixar o andamento das investigações, mas na minha situação, como chefe de Poder, ter esse constrangimento de abrir uma investigação sem motivação, tem que ser contestada. Fui à CPI (da Petrobras) espontaneamente e mostrei ponto a ponto o absurdo daquela investigação”, afirmou o presidente.

Sobre a reforma política, Eduardo Cunha adiantou que, se a comissão não apresentar o parecer após as 40 sessões previstas, ele levará a proposta direto para votação no Plenário da Câmara. “Levarei para o Plenário para votar de qualquer maneira, com ou sem o parecer da comissão. E vamos votar”, sustentou.

O presidente destacou ainda o papel do programa Câmara Itinerante nas discussões sobre a reforma política. “A Câmara itinerante tem esse papel. De colher sugestões. Muitas vezes sugestões que são dadas aqui, podem ser usadas para apreciação dos projetos. Então acho importante, esse debate é importante e vamos fazer em todo o País”, explicou Cunha.

O programa Câmara Itinerante tem como objetivo fazer com que os parlamentares ouçam as necessidades locais, colham sugestões e ampliem a agenda legislativa nacional. A iniciativa reforça o papel da Câmara no fortalecimento do pacto federativo, por meio da aproximação entre o Parlamento brasileiro e a população dos estados e municípios, colaborando para o pleno exercício da representação nas esferas federal, estadual e municipal.

Do Congresso em Foco com Agência Câmara

Deixe um comentário