Lula pede ajuda a Temer por aliança com o PT

images_cms-image-000455870Em conversa reservada com o vice-presidente da República, Michel Temer, há uma semana, o ex-presidente Lula manifestou preocupação com a possível saída do PMDB da base do governo da presidente Dilma Rousseff. Em sua avaliação, se o partido romper com o PT, o processo de impeachment será deflagrado.

Segundo matéria do Estadão, a conversa ocorreu 48 horas depois da declaração feita por Temer a empresários de que, com o atual índice de popularidade, será difícil a presidente se manter no cargo até o fim do mandato. De acordo com o jornal, Lula disse a Temer que Dilma parece não estar percebendo a gravidade da crise.

“O vice reclamou da desconfiança de Dilma e do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante. Foi além: admitiu que, se o congresso do PMDB, marcado para novembro, fosse hoje, a maioria do partido decidiria pelo rompimento com o governo”, diz a reportagem. Lula afirmou que, sem o PMDB, Dilma não conseguirá aprovar nada no Congresso.

Deixe um comentário