Eleições: entre o pânico, o medo e o “será?”

GritaAgora posso afirmar que depois do na TV, começa, enfim, a nossa caminhada para algum lugar; só não sei que lugar é esse ainda. Se esse lugar dependesse somente do meu voto eu diria na lata para onde estaríamos indo. Mas, como é o meu voto mais o de meia dúzia de doze, usando a matemática que a Dilma conhece, vamos ter que aguardar um pouco mais e rezar. Mas rezar bem forte.

Deixe um comentário