Eduardo Cunha: “não vou retaliar quem quer que seja”

images_cms-image-000452146Na primeira entrevista após ter sido denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro ao STF, Eduardo Cunha assegurou que não deixará, sob hipótese alguma, a presidência da Câmara; “Renúncia e covardia não fazem parte do meu vocabulário e nunca farão”, disse o peemedebista.

Deixe um comentário