Eduardo Cunha diz no Twitter que não fará pauta vingativa contra Dilma

Eduardo-Cunha1Eduardo Cunha reafirmou que a decisão de romper com o governo foi pessoal e que defenderá que o PMDB faça o mesmo somente no próximo congresso do partido. “Não busquei nem vou buscar apoio para isso, a não ser o debate na instância partidária competente”, disse na rede social.

Deixe um comentário