Economia brasileira encolhe 1,7% no terceiro semestre

.
aum_cred_set90-e1448978139492Dados divulgados pelo IBGE mostram que a economia brasileira registrou queda de 1,7% no Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre, em relação ao trimestre anterior. Foi o pior resultado em um terceiro trimestre desde o início da série histórica do IBGE, em 1996, e é a terceira queda consecutiva, o que prolonga a recessão econômica.

O recuo no PIB é pior que a projeção feita pela agência internacional Bloomberg, que previa recessão de 1,2% em comparação com o segundo trimestre de 2015. Ao comparar com o terceiro trimestre de 2014, a contração foi ainda pior, registrando queda de 4,5%. Para os primeiros nove meses do ano, o PIB teve queda acumulada de 3,2% e nos últimos quatro trimestres caiu 2,5%. É o pior desempenho econômico de toda a série histórica.

O IBGE afirma que o recuo na economia brasileira é justificado, principalmente, pela queda nas importações (20%), na produção interna de bens de capital e pelo baixo desempenho da construção civil (queda de 6,3%). O setor de serviços também indicou queda neste trimestre. Recuo de 1% em relação ao semestre anterior e de 2,9% em relação ao mesmo período em 2014.

Os setores da indústria e da agropecuária, onde era esperado um cenário mais favorável, também registraram contração. Queda na indústria de 1,3% ante o segundo semestre e 6,7% em relação a 2014. Nas mesmas bases de comparação, a agropecuária recuou 2,4% e 2%.

O consumo das famílias apresentou uma contração de 1,5% ante o trimestre anterior. Comparando com 2014, o recuo foi de 4,5%. A isso é atribuído a piora dos indicadores de inflação, juros, crédito, emprego e renda.

 

Fonte: Opinião&Notícia

Deixe um comentário