Dívida do setor público sobe R$ 25,9 bilhões em fevereiro

Stênio Ribeiro
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A dívida líquida do setor público (União, estados, municípios e estatais) aumentou R$ 25,954 bilhões no mês de fevereiro e somou R$ 1,343 trilhão, o que equivale a 42,1% do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas produzidas no país em um ano. O valor representa uma expansão na relação dívida/PIB em relação a janeiro, que era de 41,6%.

Os números foram divulgados hoje (31) pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes. Ele admitiu que o resultado das contas fiscais não foi bom no mês passado, quando o superávit primário foi de apenas R$ 859 milhões, contra R$ 16,185 bilhões no mês anterior.

Contribuíram para essa queda de desempenho, segundo ele, o pagamento de royalties do petróleo a estados e municípios, além da distribuição de dividendos por empresas estatais federais. Tanto que os governos regionais tiveram melhor desempenho que o Governo Central.

Altamir afirmou que o resultado acumulado do superávit primário (economia para pagamento dos juros da dívida) continua bom, no patamar de R$ 17 bilhões no bimestre janeiro-fevereiro, e acredita na manutenção da tendência de recuperação da relação dívida/PIB, que deve baixar para 42% neste mês e encerrar 2010 em torno de 40%, conforme suas estimativas.

 Edição: Rivadavia Severo

Deixe um comentário