Datafolha: Dilma oscila para cima, e 2º turno é incerto

Por Edson Sardinha – congressoemfoco.com.br

Pesquisa Datafolha publicada hoje (30) mostra a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, na liderança da corrida presidencial com 52% dos votos válidos (excluídos os votos nulos e brancos e os indecisos). O tucano José Serra aparece em segundo lugar, com 31% dos votos válidos. A senadora Marina Silva (PV) tem 15%.

Os três principais candidatos ao Planalto oscilaram dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais, em relação ao levantamento anterior, divulgado anteontem (28). Dilma foi a única a oscilar para cima – ganhou um ponto. Serra e Marina oscilaram um ponto para baixo.

Considerando-se a margem de erro, Dilma tem entre 54% e 50% dos votos válidos. Para se eleger em primeiro turno, um dos candidatos precisa obter 50% mais um dos votos válidos. Na pesquisa de quarta-feira, o Datafolha mostrava que a petista tinha entre 49% e 53% dos votos válidos, aplicada a margem de erro, o que indicava que a disputa poderia ir ao segundo turno. Com os números de hoje, o instituto diz ser impossível precisar se a disputa será definida no domingo.

Na simulação de segundo turno com o tucano, a ex-ministra da Casa Civil também oscilou um ponto em relação à pesquisa anterior: passou de 52% para 53%. Serra se manteve com 39%.

Novas pesquisas do Ibope, do Vox Populi e do Sensus também apontam para definição da eleição no próximo domingo, com a vitória da petista. “Ao menos momentaneamente, Dilma parou sua tendência de perda de votos”, afirmou o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, à Folha de S. Paulo.

Antes das denúncias de quebra de sigilo fiscal de tucanos e de corrupção na Casa Civil, Dilma Rousseff chegou a ter 57% dos votos válidos no Datafolha. De acordo com o Datafolha, o candidato do Psol tem 1% dos votos válidos.
 
Quando são considerados todos os votos, inclusive os brancos e os nulos, Dilma aparece com 47%, Serra, com 28%, Marina, com 14%, e Plínio, com 1%. Os demais concorrentes não somam 1%. Indecisos totalizam 6% e 3% disseram votar em branco ou nulo.

O instituto ouviu 13.195 eleitores em 480 municípios brasileiros entre os dias 28 e 29. A pesquisa foi encomendada pela Folha de S. Paulo e pela TV Globo.

Deixe um comentário