Dilma: país tem robustez fiscal e inflação não sai do controle

Cristina Indio do Brasil
Repórter da Agência Brasil

 

Rio de Janeiro – A presidenta Dilma Rousseff reafirmou hoje (14) que a inflação está sob controle no Brasil. “O país tem robustez fiscal e estabilidade inflacionária, ou seja, nós temos a inflação sob controle. A inflação não sai do nosso controle”, disse Dilma durante cerimônia de assinatura de termo de compromisso entre a Caixa Econômica Federal e o município do Rio.

“Nós somos um país com capacidade de investimento. Temos todas as condições de investir e, ao mesmo tempo, fazer programas sociais”, acrescentou a presidenta em solenidade no canteiro de obras do Túnel da Saúde, na zona portuária do Rio. O termo de compromisso prevê que a Caixa repasse recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade para obras civis de implantação do veículo leve sobre trilhos (VLT) na região portuária e no centro da cidade.

O ministro das Cidades, Agnaldo Ribeiro, disse que a obra é a primeira parceria público-privada (PPP) na área de mobilidade urbana.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, lembrou que a área onde o túnel está sendo construído é histórica para a cidade. “Aqui tem o Cais da Imperatriz. Tem o Cais do Valongo, aonde chegavam os escravos”, ressaltou Paes.

Ao comentar a declaração de Paes, a presidenta se disse entusiasmada por apoiar as obras de implantação do VLT da região, porque o transporte resgata o centro do Rio para a população. “Este é o começo do Brasil. Aqui nasceu o Brasil na sua dimensão nacional. Por isso, o Rio sempre foi a cidade do coração de todos os brasileiros”, acrescentou. Segundo Dilma, tais obras “vão dar acesso ao Brasil”.

O VLT ligará a zona portuária ao centro da cidade e ao Aeroporto Santos Dumont. O orçamento do projeto prevê gastos de R$ 1,2 bilhão. Estão previstas seis linhas e 42 estações, em locais como a Rodoviária Novo Rio, a Central do Brasil e a região das barcas na Praça XV. Ao todo, serão 28 quilômetros de vias.

O projeto integra vários tipos de transporte, como metrô, trens metropolitanos, barcas, BRT (sigla em inglês para trânsito rápido de ônibus) e rede de ônibus convencionais ao Aeroporto Santos Dumont. De acordo com o prefeito, a tarifa poderá ser paga apenas uma vez. “Poderá ser usado o bilhete único carioca. A pessoa poderá sair de Niterói de barca e chegar ao centro ou à zona Portuária do Rio com apenas um bilhete.”

Pelos dados da Prefeitura, quando todas as linhas estiverem em operação, a capacidade do sistema chegará a 285 mil passageiros por dia.

Edição: Nádia Franco

Deixe um comentário