Dilma diz que pretende fazer a regulação econômica da mídia

.
Fonte: Opinião & Noticia
.
Em uma recente reunião de petistas no Palácio da Alvorada, Dilma Rousseff disse que aceita e deseja a regulação econômica da mídia. A presidente, no entanto, disse ser contra o controle do conteúdo da imprensa, como defendem alguns membros do PT.

“Não há quem me faça aceitar discutir controle de conteúdo. Já a regulação econômica não só é possível discutir como é desejável”, disse a presidente.

Dilma declarou que vai apoiar um projeto que regulamente os artigos 220 e 221 da Constituição, que estabelecem que os meios de comunicação não podem ser objetos de monopólio ou oligopólio e que a produção e programação de rádios e TV devem atender os princípios de produção regional e independente. Os artigos também tratam de como deve ser feita a publicidade.

A cúpula do PT vai incluir a regulamentação dos meios de comunicação na propaganda política de Dilma Rousseff, que exigiu deixar bem claro que não haverá o controle de conteúdo.

No início de seu mandato, Dilma engavetou a proposta de criação de um Conselho de Comunicação para regulamentar o conteúdo de rádios e programas de TV.

A proposta foi elaborada no governo Lula, por Franklin Martins, durante seu mandato como ministro da Secretaria de Comunicação Social. Criticada por abrir brechas para a censura, a proposta tinha o apoio de entidades que defendem o chamado “controle social da mídia”.

Deixe um comentário