Dilma dará aval a Levy, que apanha do PT e da esquerda

.

: .

Presidente quer deixar claro, na primeira reunião ministerial de seu segundo mandato, que acontece nesta terça-feira 27, mensagem de apoio às medidas de ajuste fiscal anunciadas pelos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa; objetivo é acabar com as dúvidas sobre seu compromisso com a nova política econômica, que prevê corte de gastos e acerto das contas do governo em prol da recuperação do crescimento e da credibilidade do País; neste fim de semana, a revista Carta Capital disse que o novo pacote fiscal “golpeia os mais frágeis” e seu editor, o jornalista Mino Carta, previu que Levy irá apenas até setembro; setores do PT também criticam as decisões de Levy

A primeira reunião ministerial do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, marcada para acontecer nesta terça-feira 27, deve ter como mensagem principal do Palácio do Planalto o apoio às medidas de ajuste fiscal anunciadas pela nova equipe econômica do governo. A presidente faz questão de deixar claro que apoia o novo plano da Fazenda, que prevê cortes de gastos e acertos das contas públicas em prol da recuperação do crescimento econômico e da credibilidade do Brasil junto a investidores.

Deixe um comentário