Dilma alfinenta Marina Silva e leva um “não” de menino

Por Marco Bahé – acertocecontas.com.br
E a ministra Dilma Roussef (Casa Civil) continua seu périplo presidencial. Esteve na manhã de hoje (matou a sexta e emendou com o feriadão, ministra?!) na igreja do Nosso Senhor do Bonfim, em Salvador. Tomou um “banho de axé” na escadaria, amarrou uma fitinha no braço (um dos três pedidos eu sei qual é) e assistiu à missa. Por sinal, pense numa ministra ecumênica. Na segunda-feira passada, ela foi a um culto da Assembléia de Deus, em São Paulo.
Na saída da igreja, Dilma passou recibo de que a candidatura da senadora Marina Silva (PV-AC) está incomodando demais.
“Ela [Marina] tem um projeto alternativo que não podemos desconsiderar, que merece o nosso respeito. Mas é preciso deixar claro que a ex-ministra não representa o projeto do presidente Lula.”
Para desespero de Dilma, Marina está muito mais para Lula (o de antes de ser governo, claro) que ela. Marina foi menina pobre no Acre, passou fome, só aprendeu a ler aos 14 anos, trabalhou nos seringais e venceu – virou professora universitária, ambientalista respeitada mundialmente, senadora por mérito próprio e ministra. Marina é uma “Silva” legítima. Tem o DNA de Lula e isso incomoda muito Dilma.
Para acabar de estragar o feriadão em ritmo de Timbalada da ministra, antes de ir embora, Dilma se aproximou do garoto Rian Santos, de apenas 1 ano e 8 meses. Pediu um beijo. Rian, no colo da mãe, soltou um sonoro “NÃO”. Os fotógrafos oficiais perderam a foto e Dilma perdeu o dia.

Deixe um comentário