Dilma ainda tenta entender manifestações, diz Gilberto Carvalho

Por Edson Sardinha – congressoemfoco.com.br

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse hoje (18) que a presidenta Dilma Rousseff monitorou por meio de auxiliares as manifestações ocorridas ontem em 12 capitais brasileiras. De acordo com o ministro, Dilma está tentando compreender os protestos para avaliar a necessidade de tomar algum tipo de medida. “Ela está muito atenta e passou o dia de ontem muito preocupada em fazer essa análise e não tomar nenhuma ação, porque precisa fazer um diagnóstico dessa realidade para não sair tomando medidas”, afirmou Gilberto, em audiência pública no Senado.

 

Sem lideranças partidárias, mobilizados principalmente pelas redes sociais, cerca de 250 mil manifestantes tomaram as ruas das principais capitais brasileiras e ocuparam parte do Congresso para protestar por melhorias no transporte, na saúde e na educação, e contra políticos e gastos com a Copa. “Não conseguimos entender o que está ocorrendo ainda. São novas formas de organização de mobilização que ainda não compreendemos”, admitiu.

Um dos principais articuladores do governo com os movimentos sociais, Gilberto Carvalho disse que é preciso entender a complexidade do que está ocorrendo. “Há uma base social de descontentamento que se expressa neste momento”, avaliou. Segundo ele, a falta de líderes é uma das peculiaridades desse movimento.

O ministro defendeu a atuação dos policiais que impediram a invasão do Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e do Congresso Nacional, em Brasília, ontem à noite, sem que houvesse um confronto violento com os manifestantes. “Este tem de ser o limite e cabe a quem está em posição de governo zelar pela lei e pela ordem”, ressaltou. “O processo foi exemplar, adequado”, acrescentou.

Rosemary

Gilberto Carvalho participou de audiência na Comissão do Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado para dar explicações sobre a denúncia de que o Planalto havia conduzido uma investigação paralela à sindicância da Casa Civil sobre as denúncias de tráfico de influência contra Rosemary Noronha, ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo. “Não teve qualquer divergência em relação à sindicância e não teria sentido qualquer iniciativa de atrapalhar ou fazer uma investigação paralela”, declarou.

O ministro disse, ainda, que não pediu à Controladoria-Geral da União (CGU) para retirar o seu nome da lista de testemunhas no processo movido pelo órgão para apurar as denúncias contra Rosemary. “Não sei por que ela me citou como testemunha, nem por que a CGU me retirou. Ela não me pediu autorização para me listar como testemunha, tampouco a CGU me consultou se deveria me retirar como testemunha”, afirmou. Rosemary foi exonerada do cargo em dezembro, após suspeita de que utilizava o cargo para fazer lobby no governo, conforme as apurações da Operação Porto Seguro, da Polícia Federal.

Deixe um comentário

2 comentários para “Dilma ainda tenta entender manifestações, diz Gilberto Carvalho”

  1. O PT é o partido politico dos trabalhadores que não trabalham, dos estudantes que não estudam, dos corruptos que estão soltos, dos sem terras, que moram em mansões, dos bilionários que prometiam justiça social e se enriquecerem ilicitamente, por ai vai…

    A ganância dos políticos brasileiros sempre foi cega, difícil de controlar, com PT nem se fala, parecem formigas no pote de mel…

    A classe mais desclassificada, que ganha para trazer melhorias e defender os direitos da população: Alem de terem o maior salário do planeta, exercessem vários cargos ao mesmo tempo; tem direito a bateladas de mordomias, e aposentadorias, duas férias por ano, décimo terceiro, décimo quarto, décimo quinto, com direito a vestimentas, verbas para combustível, verbas para moradia, cartão corporativo, e tem a “lei de imunidade e o foru privilegiado” para se acobertarem e roubarem, desviarem, superfaturarem a vontade!
    Não fossem estas discrepâncias; seriamos o país mais rico do universo em todos os sentidos!

    Vamos lutar pelo fim da imunidade e do foru privilegiado, só assim teremos uma verdadeira democracia e justiça social!

    Precisamos de renovações, com novos partidos e novos políticos!

    Quem luta por justiça, precisa saber que as atuais eleições não passam de enganações…

    O voto deveria ser facultativo! E toda a população deveria saber que o voto pertence ao partido e não ao candidato

    Esta é uma das formulas, quero dizer, maracutaia das raposas velhas, que pretendem permanecer no poder a qualquer custo; por isso, as alianças entre os partidos!

    Desta maneira, boa parte dos eleitores nem percebem que são obrigados a votar, para eleger sempre os mesmos corruptos!

    Abaixo-assinado pelo fim da imunidade e impunidade.
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron

    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!

  2. O PT é o partido politico dos trabalhadores que não trabalham, dos estudantes que não estudam, dos corruptos que estão soltos, dos sem terras, que moram em mansões, dos bilionários que prometiam justiça social e se enriquecerem ilicitamente, por ai vai…

    A ganância dos políticos brasileiros sempre foi cega, difícil de controlar, com PT nem se fala, parecem formigas no pote de mel…

    A classe mais desclassificada, que ganha para trazer melhorias e defender os direitos da população: Alem de terem o maior salário do planeta, exercessem vários cargos ao mesmo tempo; tem direito a bateladas de mordomias, e aposentadorias, duas férias por ano, décimo terceiro, décimo quarto, décimo quinto, com direito a vestimentas, verbas para combustível, verbas para moradia, cartão corporativo, e tem a “lei de imunidade e o foru privilegiado” para se acobertarem e roubarem, desviarem, superfaturarem a vontade!
    Não fossem estas discrepâncias; seriamos o país mais rico do universo em todos os sentidos!

    Vamos lutar pelo fim da imunidade e do foru privilegiado, só assim teremos uma verdadeira democracia e justiça social!

    Precisamos de renovações, com novos partidos e novos políticos!

    Quem luta por justiça, precisa saber que as atuais eleições não passam de enganações…

    O voto deveria ser facultativo! E toda a população deveria saber que o voto pertence ao partido e não ao candidato

    Esta é uma das formulas, quero dizer, maracutaia das raposas velhas, que pretendem permanecer no poder a qualquer custo; por isso, as alianças entre os partidos!

    Desta maneira, boa parte dos eleitores nem percebem que são obrigados a votar, e eleger sempre os mesmos corruptos!

    Abaixo-assinado pelo fim da imunidade e impunidade.
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron

    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!