Brasil  

Democracia grampeada

Os brasileiros estão totalmente perdidos com as notícias relacionadas aos “supostos” grampos efetuados por um delegado da Polícia Federal que, diariamente, vem sendo motivo de manchetes nos meios de comunicação.
Os jornais, revistas e emissoras de rádio, cada um dentro da sua própria filosofia, trazem a publico reportagens com versões que, muitas vezes, diferem uma das outras. Alguns culpam fulano, enquanto outros já absolvem esse fulano e culpam beltrano.
Episódios como esse, independente ou não de quem sejam om culpadom, que se revestem de tanta gravidade podem colocar em risco o nosso “estado de direito” e por consequência o momento de democracia que o Brasil está vivendo.
Preocupa-me pensar que os anos 60 possam ter sido esquecidos e, pior ainda, que algumas pessoas possam estar com saudades do período de ditadura, implantada em março de 1964.
Pelo tempo em que se arrasta essa “novela”, o mais sensato seria que nossas autoridades, como o Ministro da Justiça, o Diretor da ABIM, o Superintendente da Polícia Federal ou, até mesmo o nosso Presidente da República, que, recentemente, se manifestou publicamente sobre o gol do Ronaldo o “fenômeno” e o aborto feito pela jovem de 9 anos estuprada, viessem a público para esclarecer, de uma vez por todas, o que realmente aconteceu e o que de fato já foi apurado.

Deixe um comentário