Datafolha: cresce chance de 2º turno em SP e no RS

Por Edson Sardinha – congressoemfoco.com.br

Pesquisas divulgadas hoje (30) pelo instituto Datafolha sobre a intenção de voto para governador mostram que crescem as chances de segundo turno em São Paulo e no Rio Grande do Sul, e aumenta a possibilidade de a eleição ser decidida já no próximo domingo (3) em Minas Gerais e no Distrito Federal.  Em Pernambuco, no Rio de Janeiro e na Bahia, segundo o Datafolha, as projeções continuam apontando para definição em primeiro turno.

Em São Paulo, a diferença entre o tucano Geraldo Alckmin e o petista Aloizio Mercadante caiu seis pontos percentuais em uma semana.  O candidato do PSDB, de acordo com o instituto, segue favorito para vencer no primeiro turno, com 54% dos votos válidos (quando são excluídos os brancos e os nulos).

Mas os novos números, segundo o Datafolha, deixam entreaberta a possibilidade de a eleição ser decidida apenas em 30 de outubro, em segundo turno. Com a margem de erro de dois pontos percentuais, o candidato do PSDB tem entre 52% e 56% dos votos válidos. Para vencer a disputa em primeiro turno, o candidato precisa ter 50% mais um dos votos válidos.

Também é incerto o cenário no Rio Grande do Sul, embora o favoritismo para vencer já no próximo domingo continue com Tarso Genro (PT). Segundo o Datafolha, caiu três pontos a vantagem do candidato do PT em relação a José Fogaça (PMDB). Com a margem de erro de três pontos, o petista teria entre 49% e 55% dos votos válidos. 

Em Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB) oscilou um ponto percentual para cima enquanto Hélio Costa (PMDB) variou um ponto para baixo. As oscilações estão dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais. Anastasia aparece com 52% dos votos válidos. Ou seja, teria entre 49% e 55%.

No Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) também tem chance de vencer no primeiro turno. O petista figura com 54% dos votos válidos. Com a margem de erro de três pontos, teria entre 51% e 57%. A candidata Weslian Roriz (PSC), mulher do ex-candidato Joaquim Roriz (PSC), tem entre 28% e 34% dos votos válidos.

Veja os números divulgados hoje pelo Datafolha, levando-se em conta apenas os votos válidos:

BAHIA
Jaques Wagner (PT) – 57% (c/ margem de erro: entre 54% e 60%)
Paulo Souto (DEM) – 21% (c/ margem de erro: entre 18% e 24%)
Geddel (PMDB) – 17% (c/ margem de erro: entre 14% e 20%)
Margem de erro – 3 pontos percentuais
Entrevistados – 1.198 eleitores
Data da pesquisa – 28 e 29 de setembro

DISTRITO FEDERAL
Agnelo Queiroz (PT) – 54% (c/ margem de erro: entre 51% e 57%)
Weslian Roriz (PSC) – 31% (c/ margem de erro: entre 28% e 34%)
Margem de erro – 3 pontos percentuais
Entrevistados – 1.087 eleitores no DF
Data da pesquisa – 28 e 29 de setembro

MINAS GERAIS
Antonio Anastasia (PSDB) – 52% (c/ margem de erro: entre 49% e 55%)
Hélio Costa (PMDB) – 43% (c/ margem de erro: entre 40% e 46%)
Margem de erro – 3 pontos percentuais
Entrevistados – 2.044 eleitores em 90 municípios
Data da pesquisa – 28 e 29 de setembro

PERNAMBUCO
Eduardo Campos (PSB) – 78% (c/ margem de erro: entre 75% e 81%)
Jarbas Vasconcelos (PMDB) – 20% (c/ margem de erro: entre 17% e 23%)
Margem de erro – 3 pontos percentuais
Entrevistados – 1.172 eleitores em 43 municípios
Data da pesquisa – 28 e 29 de setembro

RIO GRANDE DO SUL
Tarso Genro (PT) – 52% (c/ margem de erro: entre 49% e 55%)
José Fogaça (PMDB) – 29% (c/ margem de erro: entre 26% e 32%)
Yeda Crusius (PSDB) – 18% (c/ margem de erro: entre 15% e 21%)
Margem de erro – 3 pontos percentuais
Entrevistados – 1.400 eleitores em 56 municípios
Data da pesquisa – 28 e 29 de setembro

RIO DE JANEIRO
Sérgio Cabral (PMDB) – 67% (c/ margem de erro: entre 64% e 70%)
Fernando Gabeira (PV) – 21% (c/ margem de erro: entre 18% e 24%)
Margem de erro – 3 pontos percentuais
Entrevistados – 1.339 eleitores em 34 municípios
Data da pesquisa – 28 e 29 de setembro

SÃO PAULO
Geraldo Alckmin (PSDB) – 54% (c/ margem de erro: entre 52% e 56%)
Aloizio Mercadante (PT) – 29% (c/ margem de erro: entre 27% e 31%)
Celso Russomanno (PP) – 10% (c/ margem de erro: entre 7% e 13%)
Margem de erro – 2 pontos percentuais
Entrevistados – 2.202 eleitores
Data da pesquisa – 28 e 29 de setembro

Deixe um comentário