Datafolha: Aécio sobe, e diminui chance de reeleição de Dilma no 1º turno

.
Fonte Congresso em Foco
..

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (9) pela Folha de S. Paulo aponta que diminuiu a chance de a presidenta Dilma Rousseff (PT) vencer a eleição de outubro no primeiro turno. No cenário considerado mais provável pelo instituto, com dez candidatos, Dilma aparece à frente com 37%, enquanto os outros, somados, teriam 38% – em empate técnico, porque a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos. Para que a eleição seja decidida em primeiro turno, um dos candidatos precisa obter mais votos do que todos os seus adversários juntos.

De acordo com o Datafolha, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) vem em segundo lugar, com 20%. No começo de abril, ele aparecia com 16% das intenções de voto. O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) é o terceiro colocado, com 11%. Na pesquisa anterior, tinha 10%. A pesquisa, realizada entre os dias 7 e 8 de maio, ouviu 2.844 pessoas em 174 cidades brasileiras.

Os responsáveis pelo levantamento dizem que ainda é cedo para se apostar em uma polarização entre Dilma e Aécio. “O eleitor está desinformado e demonstra pouco interesse sobre a eleição – metade não sabe dizer espontaneamente em quem vai votar, e o índice dos que cogitam votar em branco ou anular o voto é o mais elevado já registrado nesse período de campanha”, afirmam Mauro Paulino, diretor-geral do Datafolha, e Alessandro Janoni, diretor de pesquisas do instituto, em artigo publicado na Folha.

De acordo com a pesquisa, 16% dos entrevistados afirmaram que votariam em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos se a eleição fosse hoje. Outros 8% declararam que estão indecisos.

O Datafolha também mostra que 58% dos eleitores preferem Lula a Dilma como candidato à Presidência pelo PT. Apesar do movimento “volta Lula”, o ex-presidente já declarou, diversas vezes, que não será candidato nestas eleições. A preferência pelo nome dele chega a 75% entre aqueles que dizem votar no PT. A pesquisa aponta, ainda, que 74% dos eleitores manifestaram desejo por mudanças na forma como o país é governado.

O levantamento indica ainda que, pela primeira vez, desde 2012, caiu a expectativa pelo aumento da inflação. Em abril 65% dos entrevistados acreditavam que a inflação subiria nos próximos meses. Essa expectativa foi manifestada, agora, por 58% das pessoas ouvidas.

 

Depois de Dilma, Aécio e Eduardo Campos, o mais bem colocado é o pré-candidato do PSC, Pastor Everaldo, que tem 3% das intenções de voto. Ligado à Assembleia de Deus, ele é vice-presidente do partido e pai do deputado federal Filipe Pereira (PSC-RJ). Os demais pré-candidatos citados na pesquisa tiveram 1% das intenções de voto cada – Randolfe Rodrigues (Psol), Eduardo Jorge (PV), Zé Maria (PSTU), Denise Abreu (PEN) – ou menos de 1%, casos de Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB).

Veja a reportagem na Folha de S. Paulo

Mais sobre eleições 2014

Deixe um comentário