Brasil  

Danilo Gentili é expulso do Senado por discutir com Renan Calheiros

Por Eduardo Neco/Redação Portal IMPRENSA

O humorista Danilo Gentili, que atua como repórter do programa “CQC”, da Band, foi expulso do Senado Federal há poucos instantes, informa a jornalista Cristina Padiglione.

De acordo com relato de Gentili à jornalista, ele fora expulso após abordar o senador Renan Claheiros (PMDB-AL) no elevador e o questionar a respeito de sua nomeação como integrante do Conselho de Ética da Casa.

“Temos autorização pra gravar no Senado, mas após eu pegar elevador com Renan Calheiros e perguntar ‘Ter você como membro do Conselho de Ética é o mesmo que ter Fernandinho Beira Mar no ministério antidrogas’, ele esbravejou, gritou que eu devo respeito e não tenho respeito algum e após isso a polícia nos impediu de continuar gravando no Senado”, relatou o humorista à Cristina.

Ao Portal IMPRENSA, a assessoria do gabinete do Senador Renan Calheiros afirmou desconhecer o fato.

Programa não tinha autorização para filmar

O diretor de jornalismo e assessor de imprensa do Senado Federal, David Emerich, disse ao Portal IMPRENSA que o humorista, assim como sua equipe, foi convidado a se retirar da Casa pois não tinha autorização para filmar no local.
“O ‘CQC’ não tem credenciamento como jornalista, o programa deles não se enquadra como jornalístico, então o pedido de atuação no Senado é excepcional, e, para o dia de hoje, eles não poderiam filmar”, explicou o diretor.

 Emerich revelou que a produção do “CQC” estava autorizada a trabalhar na casa nos dias 14, 19, 20, 21, 26, 27 e 28 de abril.

 “Não teve nenhuma rusga. O policial disse que eles não poderiam filmar alí, Aí a equipe questionou se poderia atuar nos gabinetes, o que é possível, se os senadores autorizarem”, contou. O diretor negou que eles tenham sido expulsos por discutirem com Renan Calheiros. “Não tenho informação de queixa de nenhum senador hoje”, afirmou.

Deixe um comentário