Cunha fica indignado com retirada de apoio do PSDB

.
cunha-830x533O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), expressou indignação em relação à retirada de apoio do PSDB, anunciada na manhã desta quarta-feira, 11. Aliados de Cunha ouvidos pelo jornal Folha de S. Paulo disseram que ele considerou a medida uma “deslealdade” do PSDB, partido que até hoje era um de seus principais aliados.

Paulinho da Força (SD-SP), um dos mais próximos deputados de Cunha disse que o PSDB “pulou do barco” e jogou Cunha “nos colos do PT”. Para ele, os tucanos parecem ter desistido do impeachment de Dilma ao se afastar do presidente da Câmara, já que cabe a Cunha dar seguimento ou não à votação do processo.

Na manhã desta quarta-feira, tucanos pediram que Cunha se afaste da presidência da Casa, afirmando também que não mais participarão de reuniões em sua residência oficial em Brasília. A retirada de apoio, decidida por unanimidade, foi motivada pelas denúncias envolvendo Cunha no esquema do Petrolão.

“A defesa apresentada até agora pelo presidente Câmara dos Deputados não convenceu nenhum integrante da bancada do PSDB”, disse o líder da bancada tucana na Casa, Carlos Sampaio (PSDB-SP).

O PSDB, agora, defende a cassação de cunha, caso ele falhe em apresentar provas contundentes de sua inocência no esquema de corrupção.

 

Fonte: Opinião&Notícia

Deixe um comentário