Brasil  

Cubanos denunciam ‘condições de trabalho análogas à escravidão’

.
Fonte: Opinião & Notícia

.
timthumb.phpAssociação Médica Brasileira (AMB) informou nesta segunda-feira, 2, que mais dois profissionais cubanos desistiram do Programa “Mais Médicos”, do governo federal. Um total de nove cubanos já abandonaram o programa.

Leia também: Cubano é afastado do Mais Médicos por suspeita de abuso sexual

Ambos estavam em uma cidade no Pará e denunciaram nesta segunda à entidade “condições de trabalho análogas à escravidão”.

O Ministério da Saúde não quis comentar as desistências antes de ter mais detalhes sobre o caso. Os dois profissionais devem explicar a situação em uma entrevista à imprensa nesta terça-feira, 3.

A AMB mantém desde fevereiro um “Programa de Apoio ao Médico Estrangeiro” para auxiliar profissionais que queiram deixar o “Mais Médicos” ou denunciar irregularidades.

Deixe um comentário