Brasil  

Crise no Brasil é culpa do próprio governo, diz “FT”

.
timthUm artigo publicado no último domingo, 22, no jornal Financial Times, chama atenção para a trajetória do topo ao fundo do poço econômico percorrida pelo Brasil. Intitulado “Brasil cai em desgraça por culpa própria”, o editorial diz que o país registrou o pior desempenho econômico desde 1931, e “a situação pode ficar ainda pior”.

“O Brasil está em crise. Este mês, 1 milhão de pessoas foram às ruas expressar seu descontentamento. A taxa de aprovação do governo Dilma Rousseff caiu para 13% e a economia vai registrar retração neste e no próximo ano. A grande questão é saber por quanto tempo as instituições do país irão aguentar”, diz o editorial.

Segundo o texto, há muito pouco tempo o Brasil festejava sua posição como a “boa novidade do momento”. Desde então, a queda foi espetacular. E a culpa é do próprio país. “Durante grande parte dos anos 2000, o Brasil gozou de um boom sem precedentes das commodities, que estimulou o comércio e o crédito na economia doméstica. Em 2010, as ações da Petrobras somaram um recorde de U$ 70 bilhões, a maior de sua história. Porém, essa boa fase foi aproveitada sem disciplina. Agora o processo entrou em marcha ré”, diz o jornal.

O texto diz que o real entrou em colapso, perdendo, em apenas seis meses, quase um terço de seu valor frente ao dólar. Já a taxa de câmbio ponderada pelo comércio, que ajusta a inflação, chegou ao patamar mais alto dos últimos 20 anos.

“O atual governo, há 12 anos no poder, culpa fatores externos pela crise. Mas a confusão é, em grande, parte de sua própria autoria. Basta ver que países vizinhos como Chile, Peru e Colômbia aproveitaram um similar boom das commodities sem a mesma ressaca do Brasil”, diz o jornal, listando escândalos de corrupção como o da Petrobras e o mensalão.

O editorial finaliza afirmando que, apesar dos problemas políticos e econômicos, ainda há esperança para o Brasil. “O país está longe de retornar à hiperinflação. E as instituições estão aguentando firme, especialmente o judiciário. Parlamentares de alto escalão estão sendo condenados por corrupção, o que antes era impensável. A crise no Brasil é ruim, e ainda vai piorar antes de melhorar. Mas, acima de tudo, o Brasil ainda tem um futuro”.

Deixe um comentário