CPI recua e vai ouvir viúva de Janene antes de pedir exumação

.
Do Congresso em Foco
.
alx_economia-sede-petrobras-rio-de-janeiro-20141212-005_originalO deputado Hugo Motta (PMDB-PB), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, quer ouvir o depoimento de Stael Janene, viúva do ex-deputado José Janene, antes de votar o pedido de exumação do corpo do ex-deputado, morto em 2010.

Motta disse que vai apresentar requerimento de exumação, mas vai colocar em votação o pedido somente depois do depoimento da viúva, que teria feito chegar à comissão dúvidas a respeito da morte de Janene.

Segundo o presidente da CPI, a viúva teria dito que o caixão de Janene estava lacrado no dia do enterro sem necessidade, já que ele havia sido vítima de ataque cardíaco.

Existe um requerimento para que Stael Jenene seja ouvida pela CPI, mas o pedido ainda não foi aprovado pelos deputados. O autor do requerimento é o deputado Altineu Côrtes (PR-RJ), que disse ter sido procurado pela viúva de Janene quando foi a Curitiba (PR) ouvir os depoimentos dos presos pela Operação Lava Jato, na semana passada.

Segundo informações da CPI, Stael havia se oferecido para ir à CPI para “desmentir” as informações do doleiro Alberto Youssef sobre Janene, apontado como o principal operador do esquema de pagamento de propina na Petrobras quando era líder do PP na Câmara.

A deputada Eliziane Gama (PPS-MA) pediu que a viúva de Janene seja ouvida em sessão secreta da CPI.

Deixe um comentário