Brasil  

Costa implode Camargo, Odebrecht e Transpetro

.
Fonte: Brasil 247
.:

.
Primeiro depoimento de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, foi explosivo; ele citou propinas pagas pela Odebrecht, de Marcelo Odebrecht, e pela Camargo Correa, presidida por Vitor Hallack; disse ainda que recebeu vantagens indevidas até de Sergio Machado, presidente da Transpetro, uma subsidiária da Petrobras, que teria pago a ele R$ 500 mil; ele mostrou também um extrato com US$ 19 milhões em suas contas; segundo a Polícia Federal, o esquema teria movimentado R$ 10 bilhões e irrigado campanhas do PT, do PMDB e do PP

O primeiro depoimento de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, à Justiça, após seu acordo de delação premiada foi explosivo. Ele afirmou que o esquema de desvio de recursos na estatal alimentou campanhas políticas do PT, do PMDB e do PP – de acordo com a Polícia Federal, o montante de recursos movimentados pelos envolvidos na Operação Lava Jato chega a R$ 10 bilhões.

Deixe um comentário