Saúde  

Cigarro eletrônico não ajuda a abandonar o hábito de fumar, diz estudo

.
cigarro-eletronicoUm estudo feito pela Universidade da Califórnia em São Francisco, nos EUA, revelou que o uso de cigarro eletrônico não ajuda os fumantes a abandonar o cigarro convencional.

De acordo com os pesquisadores, na verdade quem usa o cigarro eletrônico é 28% menos propenso a parar de fumar.

Os resultados do estudo, publicados na revista científica The Lancet Respiratory Medicine, foram divulgados nesta quinta-feira, 14.

Elaborado a partir de uma revisão de 38 pesquisas já realizadas sobre o assunto, o levantamento é o maior já feito para avaliar se os cigarros eletrônicos realmente ajudam fumantes a largar o vício.

O estudo também contou com a participação de fumantes que queriam abandonar o cigarro e outros que não pretendiam parar de fumar.

De acordo com Stanton Glantz, co-autor do estudo, “não há dúvidas de que uma tragada em um cigarro eletrônico seja menos perigosa do que uma tragada em um cigarro convencional, o mais perigoso do cigarro eletrônico, contudo, é o fato de que ele pode manter uma pessoa fumando os cigarros tradicionais”.

No Brasil, a Anvisa proíbe a venda e a importação de cigarros eletrônicos, mas não o uso.

Deixe um comentário