Saúde  

Cientistas anunciam descoberta de vida artificial

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

A novidade, considerada um marco científico, está sendo divulgada em todo o mundo. Ela foi descoberta por meio de experimentos com um “software genético” de uma bactéria, transplantado em uma célula hospedeira. O micróbio resultante da experiência se comportou como as espécies “ditadas” pelo DNA sintético.

O avanço científico foi publicado na Revista Science, mas os críticos dizem que os organismos sintéticos apresentam riscos. No futuro, a equipe espera projetar células bacterianas produtoras de medicamentos e combustíveis e ainda células que absorvam gases do efeito estufa. A equipe foi conduzida por Craig Venter do “Craig Venter Institute”, em Maryland, na Califórnia.

Eles fizeram um genoma sintético de bactérias e transplantaram o genoma de uma bactéria para outra. Depois, os cientistas colocaram os dois métodos em conjunto, para criar o que eles chamam de “célula sintética”, embora apenas o seu genoma seja sintético.

Desde o início, o processo não foi fácil. Venter associou o cromossomo a um “software novo” para a célula.

Os pesquisadores copiaram, então, um genoma de bactérias existentes. Eles sequenciaram o seu código genético e máquinas usadas para a síntese química construíram uma cópia.
“Esta é a primeira vez que um DNA sintético tem o controle completo de uma célula,” disse Venter.

Os cientistas já estão colaborando com as empresas farmacêuticas e de combustível para projetar e desenvolver os cromossomos para as bactérias que produzem combustíveis úteis e novas vacinas.

Deixe um comentário